Newsletter:

Para receber a newsletter do site, cadastre-se aqui

Nome:
Email:
 

 

xxxx   xxxx
 
INVESTIMENTOS EM EDUCAÇÃO

 

O governo do estado de SP realizou no final de 2008 uma prova de avaliação de todos os professores temporários da sua rede de ensino (aprox. 100 mil professores) no intuito de avaliar e premiar os que obtivessem melhores resultados, além de impedir de lecionar aqueles que não tirassem uma nota mínima (50% de acerto) estabelecida como nota de corte. A medida tem o intuito de melhorar o corpo docente da rede estadual e encontrou forte resistência da APEOESP (o sindicato dos professores, hoje dominado por militants do PT). Devido a uma enxurrada de liminares promovida pelo sindicato, o ano letivo de 2009 teve seu início atrasado em uma semana e os efeitos da prova de avaliação suspensos, o que forçou o governo a ter que admitir que 30 mil professores que tiraram menos que a nota mínima ou mesmo zeraram na prova continuem lecionando.

 

 

 

Copyright© Jair Pedroso. Todos os direitos reservados.